Instagram para e-commerce: 5 dicas para fazer anúncios que convertem!

Home / Marketing / Anúncios e Links Patrocinados / Instagram para e-commerce: 5 dicas para fazer anúncios que convertem!

Instagram para e-commerce: 5 dicas para fazer anúncios que convertem!

O Instagram para e-commerce tem se mostrado uma ferramenta eficiente e capaz de gerar boas conversões para o negócio. Ocorre que a rede social de compartilhamento de imagens possui mais de 500 milhões de usuários no mundo, dos quais 35 milhões estão no Brasil, segundo o levantamento anual da empresa. Só ficamos atrás dos Estados Unidos no número de usuários.

Ou seja, são milhões de motivos para se explorar o Instagram, uma rede social que permite interagir com os consumidores, entretê-los, informá-los, aproximar-se deles e, principalmente, gerar conversões. Neste post você saberá como. Acompanhe!

Como criar uma estratégia no Instagram para e-commerce?

Para aproveitar todo o potencial do Instagram é importante elaborar uma estratégia eficiente, que atenda aos nichos com os quais você trabalha. Vamos às dicas:

1. Trace metas e objetivos

Metas e objetivos direcionam as ações que serão aplicadas na rede social. Entre elas é interessante traçar:

  • estimativa do número de seguidores conforme períodos (meses, semestre, ano etc);
  • quantidade de postagens de acordo com o nicho a ser impactado;
  • número de conversões como quantidade de direcionamentos para o e-commerce, vendas realizadas, número de seguidores que assinaram a newsletter, entre outras;
  • retorno sobre o investimento.

2. Planeje as postagens

É importante definir um calendário com postagens direcionadas para cada nicho que a marca atua. Além dele, determine o tipo de imagens e linguagem utilizada, evitando principalmente as publicações repetitivas. Você pode alterar a abordagem como divertidas, sérias, informativas, buscando ser criativo e ao mesmo tempo convincente.

3. Seja criativo

Mencionamos isso no item anterior, mas vamos reforçar. Posts criativos aumentam o engajamento, o número de compartilhamentos e o interesse do público.

Nesse sentido, vale de tudo: indicar produtos inovadores, receitas, depoimentos de clientes, fotos produzidas que atiçam a curiosidade, promoções interativas, concursos, solicitar fotos dos clientes, publicações em datas comemorativas etc.

A ideia aqui é buscar interagir com os seguidores, sem cansar a marca, apresentando outras publicações além dos produtos e ofertas. Você continuará vendendo, mas de uma forma mais sutil e intimista, algo que fará com que ele se sinta parte da marca e do seu sucesso.

 

Veja também:

4. Anuncie também

Você pode anunciar produtos e ofertas no perfil do Instagram ou pelo Instagram Ads, desde que esse não seja apenas o foco. O ideal é encontrar o equilíbrio entre as postagens sociais e aquelas voltadas para a venda.

Ofereça descontos exclusivos aos seguidores, cupons e ofertas, além de divulgar suas promoções e lançamentos. Essas facilidades aumentam o número de seguidores e o valor do ticket médio.

Veja também:

google adwords

5 Razões simples para usar o Google AdWords

5.  Utilize hashtags relevantes

Elas permitem que as postagens cheguem a outros usuários que não seguem o perfil da loja virtual. Apesar da sua influência, usá-las a esmo pode provocar o efeito contrário e não atrair ninguém.

As hashtags são interessantes para a estratégia do Instagram para e-commerce, mas exigem planejamento. Sua incidência nas postagens deve obedecer a critérios como relevância para o público e popularidade para alcançar resultados satisfatórios.

Resolvemos a sua dúvida? Se sim, gostaríamos de indicar nossa newsletter. Dessa forma, você fica bem informado, recebendo conteúdo de qualidade e relevante para seu negócio. Saiba mais!

 

Veja também:

Curso Mídias Sociais: Como Aproveitar ao Máximo!

Redação Portal do Ecommerce
Redação Portal do Ecommerce
A Equipe do Portal do Ecommerce é formada por especialistas em estratégias digitais, marketing, vendas e conteúdo.
Recent Posts

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search

automação de marketingpolítica de troca